Sondag, 10 November 2013

NAS GUERRAS DE DADOS OS SOLDADOS SÃO PEÕES DA INCERTEZA E MORTOS COM LEVEZA ALEATÓRIA NA HISTÓRIA SEM MEMÓRIA FUTURA DA REALEZA....NO TEU MORFEMA O PASSADO COME-SE DURO E O FUTURO ESTÁ SEGURO ANCORADO NOS DADOS DO PRESENTE QUE TE DESMENTE Ó DEMENTE CAVALGADURA DAS CUNHAS EM CUNHAL TE AVENTURAS CENTENÁRIO TAFUL SENIL DE PANO AZUL NO ANIL SEM CEITIL QUE TE ESPREITA À DIREITA DA CHIBATA MUITO GRATA NESTA ARTE QUE SÓ MARTE GANHA QUANDO JOGA OS DADOS GREGOS DUROS COMO DARDOS AOS MUROS DAS CIDADES EM APUROS COM OS MEDOS DOS FUTUROS ASSOLAPADOS...

10 Novembro, 2013 18:16
O TEU MORFEMA
É UM MONEMA DEPENDENTE
É ESTABILIDADE NUM POEMA
VIVIDO EM PROSA DEMENTE..
NO TEU MORFEMA
TERNAMENTE AFOGADO
EM ESTULTICE….
NAS PROSAS REFOGADO
NA BURRICE…….
NADA MUDAR
É CHATICE
E AFOGAR…..
DESCER AO FIM DO MUNDO
DESCER ATÉ AO FUNDO
QUAL FIO DE PRUMO
É MUDAR DE RUMO
É SALTAR
DEGAVAR
À CORDA COM O DESTINO
E LANÇAR DADOS AO DESATINO
E É ESSA A MORAL
MENINA MENINO
SER GAMA OU CABRAL
É SER FINO
É ESCAPAR À FATAL
SORTE
QUE TRAZ OS OSSOS
À COVA DA ESCURA MORTE
OSSOS QUE SÃO NOSSOS
E NÃO VOSSOS
DE CARNE VESTIDOS
RASPADA EM GEMIDOS
E POR DADOS OFENDIDOS
NAS ESQUINAS
DAS BANDEIRAS INVERTIDAS
NAS SUAS QUINAS…
QUE FAZEM INVESTIDAS
À MEMÓRIA
QUE TORCEM
E DISTORCEM
A HISTÓRIA
SOBREVIVER
AOS DADOS NO ASSALTO.
É ESQUECER
O MAR ALTO
QUÃO GRANDES FOMOS
EM ASSOMOS
SEM RESSALTO….
MELHOR SER CAVEIRA
DE ONDE A LUZ PARTE
QUE SER TRINCHEIRA
NOS DEDOS DE MARTE…..
COM SOLDADOS
MUITO DADOS
À TAL ARTE
DE DAR DADOS
COMO DARDOS
A JAVARDOS…
DE RIFÃO TORTO….
E O POVO NO DESPORTO
ACABA MORTO
OU COM SORTE
ESCAPA À MORTE
NO HOSPITAL
E MESMO ASSIS
ACABA MAL
POIS SÓ É FELIZ
NAS GUERRAS
O GAMA IMMORTAL….
NAS TERRAS
QUE CONQUISTA
A BEM OU MAL…
PASSA REVISTA
AOS DADOS
BEM SOLDADOS
FEITOS D’OSSO
QUE É NOSSO
E NÃO VOSSO…..


O TEU GOVERNO
É ALTEROSA VAGA
É NOSSO INFERNO
QUE NOS APAGA..
A NÓS INDIGNA GENTALHA
PIEGAS NA GRÃ BATALHA
QUE ASSEGURA VITÓRIA
EM VÃ MEMÓRIA
FUTURA
NUMA ALTURA
EM QUE A VENTURA
DESERTOU
E SEGURO
ARRIBOU
E NO ESCURO
ASSEGURA
QUE QUEM SE AVENTURA
NA NEGRA NOITE ESCURA.....
TUDO TEM À MÃO
DESDE QUE MAÇÃO.....

Sondag, 06 Oktober 2013

KILLING THE STATE IS A HIGH OR LOW STAKE? OR A STAKE IN THE HEART OF A NOTION THAT IS A NATION- STUDIS OR SUDIS? IS A STAKE OR A STOCKADE

KILLING THE STATE IS A HIGH STAKE?
E QUANTO CUSTOU AO ERÁRIO MATAR O ESTADO ASSOCIAL PARA MANTER AS FUNDAÇÕES E OUTRAS NOBRES FUNÇÕES DO ESTADO INTESTINAL
O ERÁRIO PÚBLICO É IRREFORMÁVEL PORQUE É PARASITADO POR ALGO MAIS DO QUE UM ESTADO DE MÁ DISPOSIÇÃO?
TODAS AS SOCIEDADES TÊM A SUA INÉRCIA
SE A DE CHAVEZ É UMA BASEBALL NATION
A NOSSA É UMA FUTEBOL NOTION?
E O PESSOAL DE AVENTAL SÃO O QUÊ NO ERÁRIO PÚBLICO…….

OS MAGAREFES?

Vrydag, 13 September 2013

POR SEGURO VOS ASSEGURO QUE SEGURO NÃO SE SEGURA POIS TEM MENOS PESO E A TARTARUGA PARTIDÁRIA FOGE-LHE DEVAGAR DEVAGARINHO DEBAIXO DO SEGURO QUE ASS SEGURA

EXIGES UM TACHO? UM TAMBOR? UNHAS PRA TOCAR VIOLA?
 NÃO SABES QUEM SÃO OS GAJOS QUE ESTÃO AO TEU LADO

NÃO DESESPERES MAS ESTÁS TRAMADO

SE NÃO TENS LOJA NO FUTURO SEGURO NÃO TE ASSEGURA CARREIRA FUTURA

EXIGES MAIS PORQUÊ SEGURO NÃO TE ASSEGURA FUTURO
CABEÇUDO POR TI TUDO
AS PESSOAS PRIMEIRO OU PRIMEIRO AS PESSOAS?
SÃO TODAS FRASES QUENTES E BOAS


PRIMEIRO AS PESSOAS
SEJA AGORA

JORGE SILVA 2013

NOVO QUEIJO LIMIANO
VENCER O PRESENTE TRIUNFAR NO FUTURO BEM PASSADO

É JÁ AQUI AO LADO...


DOMINGOS BRAGANÇA
CONTINUAR GUIMARÃES
JÁ GAIA NÃO PODE PARAR
PORQUE APARENTEMENTE NÃO TEM TRAVÕES
É DA CONCORRÊNCIA


13 Setembro, 2013 20:36
RENOVAR COM SEGURANÇA É EM FAFE
RENOVAR COM SEGURO DE FACTO NÃO HÁ
DA GUARDA PARA A GUARDA HÁ UM

MAS SE TODOS SOMOS …..UMA CIDADE QUALQUER OU VILA
ENTÃO SEGURO TAMBÉM É




SOMOS POVO TEM TINO DE RANS NO CARTAZ
LOGO SEGURO É QUE SEGURO TEM POVO


É SEGURO QUE SEGURO FAZ BEM EM TER SEGURO POR FORA

Saterdag, 03 Augustus 2013

DA SUBERSÃO NAS CONSOANTES MUDAS EM LETRAS MAGRAS MAS GRAÚDAS OU COMO SOIA DIZER-.SE O CON SOANTE VOGA IMPANTE DE LEVANTE A LEVANTE SEM VELAME NEM SEXTANTE

e na oliveira olival
que em Lisboa havia
o messias que alegria
alevantado num jornal
pregava a bem ou a mal
e assim todo impante
Marx leva-nos a salvamento
comendo todos nós d’avante
e não tendo muito tento
vivemos momento a momento
morremos de lamento em lamento
somos um povo de vento
jogamos do que é emprestado
vogamos no tempo passado
em areias que dão pargos
em desertos muito largos

de proa bem emproada
vai a nau bem mal mandada
e se o vento escasseia
rema-se na aberta veia
de Lisboa até Seia
há autarcas na ameia
pois Marx só premeia
quem lavra seara alheia
e saqueia quem saqueia


Donderdag, 20 Junie 2013

E DAS FAVELAS BRASILEIRAS DESCEU UMA ONDA DE INDUSTRIALIZAÇÃO NA GRANDE SÃO PAULO DESDE AS INDÚSTRIAS LÍTICAS NEOLÍTICAS ATÉ ÀS QUÍMICAS DA QUARTA DE SULFÚRICO PARA TRÊS DE GASOLINA ENGARRAFADA

Analisando levemento o texto dos cães de alcains como diria um etnographo alures no início do XXº

Fazendo comparações com o resto da Europa,  a Albânia continua a ser um deserto industrial e se é esta que interessa, porque foi a primeira região industrial no Mundo, então a américa que foi a segunda superou-a apenas devido às guerras?

 Portugal no sentido lato industrializou-se tarde, a indústria lítica e das cerâmicas é muito mais tardia em portugal  e se calhar por ser tão tão tarde que o sector industrial nunca foi o principal sector ou setore da economia portuguesa.
nunca teve uma indústria que apoiasse o sector mineiro tirando as pirites alentjanas e os belgas

nunca teve uma indústria porque os monopólios industriais estiolaram a creação?


Primeiro, diz o tal intitutrix foi a agricultura pois as pessoas sem comida geralmente morrem e a economia curiosamente também.... provavelmente primeiro foi a caça e a recolecção de manjares mas enfim o home é estudioso logo 1º agricultare depois filosofare

 e depois, logo a seguir, os serviços, meninas de bragança, venda de pedra lascada, polidor de pedra pouco polida, assador de bisontes esquartejador de mamute e similares como vendedor de pau pra toda a pedra e limpador de paus pouco polidos

serviços mas de uma forma marginal pelo que é mais uma curiosidade como as creadas e os seus amores soldadescos

ser soldado faz parte do sector dos serviços é como socrates que cu rompia a juventude de Athenas é do sector dos serviços


O pico da industrialização chegou analmente (nos) anos 70/80.

Desde então, o peso da indústria na economia tem decrescido, mas mais lentamente do que no resto da Europa, que, hoje em dia, é uma economia de serviços.

No PIB europeu, em média, 80% são serviços, 3 a 4% agricultura e 16% indústria. É este o padrão e já estamos a entrar numa fase em que é insuficiente
a divisão agricultura-indústria-serviços.

Há dias, uma pessoa que, num banco, disse-lhe que os bons projectos agrícolas hoje em dia são os que começam a análise do projecto na comercialização. O que é que o consumo precisa, o que é que o comércio necessita, que tipo de produtos é que é mais fácil colocar e, a partir daí, partir para a terra e cultivar essas produções.

no caso da cortiça é só esperar uns 50 anos

no caso das couves de bruxelas é só esperar pelas eleições

o problema é quando não chove ou chove demais

é o problema da agricultura

o da pecuária são o tamanho das gaiolas das galinhas e das gripes

e dos cavalos que opinam sobre agricultura mas nunca prantaram um nabo...

além do deles claro...